segunda-feira, julho 13, 2009

LMMS - Alternativa Gratuita e Livre para o Frutyloops


O LMMS - Linux Multimedia Studio é um software livre e gratuito (sendo uma alternativa para softwares comerciais como o Fruityloops®), que permite que se produza musica no computador, criando melodias, batidas, linhas de sintetizadores, mixagem, e arranjo de "samples" (amostras de áudio) de uma maneira bem simples, utilizando sua interface moderna e amigável (muito parecido com o FL Studio !!!).

Alguns recursos:

* Song-Editor para composição de canções;
* A Beat+Bassline-Editor para criação de batidas e linhas de baixo;
* Piano-Roll para edição de notas e melodias;
* Mixer com 64 canais permitindo utilização de efeitos na mixagem;
* Utilização de plugins nativos (instrumentos e efeitos);
* Automação;
* Compatível com muitos padrões utilizados na produção musical como SoundFont (sf2), VST(i), LADSPA, GUS Patches, and MIDI;
* Importa Midi Files and arquivos FLP (Fruityloops® Project).

Apesar do nome Linux Multimedia Studio o software é disponibilizado em duas versões: uma para o sistema operacional Linux e uma para o WINDOWS (que infelizmente não permite a utilização de ASIO driver - mas que funciona muito bem com sua configuração de áudio padrão).

Link para o programa:

http://lmms.sourceforge.net

Link para tutorial em PORTUGUÊS:

http://www.estudiolivre.org/tiki-index.php?page=lmms

Bom, espero que gostem do programa e que seja uma boa alternativa.

Deixem seus comentários,ok.

**Em tempo: Sofware gratuito ou freeware é um programa que se tem a licença de utilização sem a necessidade de se pagar para tal. Software livre, de acordo com a wikipedia (www.wikipedia.org) é : "qualquer programa de computador que pode ser usado, copiado, estudado e redistribuído sem nenhuma restrição. A liberdade de tais diretrizes é central ao conceito, o qual se opõe ao conceito de software proprietário, mas não ao software que é vendido almejando lucro (software comercial). A maneira usual de distribuição de software livre é anexar a este uma licença de software livre, e tornar o código fonte do programa disponível".

Ainda de acordo com a wikipedia:

"Um software é considerado como livre quando atende aos quatro tipos de liberdade para os usuários do software definidas pela Free Software Foundation:

* A liberdade para executar o programa, para qualquer propósito (liberdade nº 0);
* A liberdade de estudar como o programa funciona, e adaptá-lo para as suas necessidades (liberdade nº 1). Acesso ao código-fonte é um pré-requisito para esta liberdade;
* A liberdade de redistribuir, inclusive vender, cópias de modo que você possa ajudar ao seu próximo (liberdade nº 2);
* A liberdade de modificar o programa, e liberar estas modificações, de modo que toda a comunidade se beneficie (liberdade nº 3). Acesso ao código-fonte é um pré-requisito para esta liberdade".

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Software_livre

Um comentário:

vegan disse...

estou usando ele aqui no linux, sensacional ! otima alternativa ao fruit